Abel Pereira Leite


Abel Pereira Leite, nascido em Santos, em 1920, teve seu batismo do ar em 1933. Formado perito-contador em 1937, nunca exerceu outra profissão que não a de piloto aviador – foi nesse ano que se brevetou, atendendo à vocação despertada pelo acompanhamento de um período decisivo para a aviação motorizada, entre as duas guerras mundiais. Seu primeiro instrutor foi o suíço Jean Bernhard, no então campo da Aéropostale em Praia Grande, e seu brevetador, já no Campo de Marte, em São Paulo, o norte-americano Orson William Hoover.

O comandante Abel é titular do brevê 342 do Aeroclube do Brasil, da carta de piloto de recreio 148, da de mecânico de aeronave 488, da de piloto de aeronave mercante 192 e da de piloto de linha aérea 181. A baixa numeração dá a medida de seu pioneirismo e da preciosidade de suas memórias como agente e testemunha ocular do nascimento e do desenvolvimento inicial da aviação comercial brasileira.

Entre 1939 e 1943 trabalhou como piloto executivo para diversos fazendeiros e empresários. A seguir ingressou na aviação comercial, o que lhe permitiu comandar aviões como os lendários Junker Ju-52 e os quadriturbo-hélice Viscount 827, já no início da era do jato.

Sempre contribuiu para publicações especializadas, tendo escrito o primeiro manual de pilotagem editado no Brasil, Elementos de aviação, publicado em 1940 pela Companhia Editora Nacional. Dezessete anos depois, a Livraria Civilização Brasileira lançou seu Asas de ontem, de hoje e de amanhã, obra de divulgação e atualização técnica. O Brasil e a aviação (vol. I e II) teses premiadas em concurso promovido pelo Touring Club do Brasil por ocasião da Semana da Asa 1935. Traduziu Mercadores do espaço, de Georges Le Fèvre, Ed. Renascença, 1946.

Currículo lattes | Site Pessoal | Facebook | Twitter

Publicações do autor pela Alfa Omega